Blogue acerca da terra, das pessoas, dos costumes e da História de PADORNELO, freguesia do concelho de Paredes de Coura, distrito de Viana do Castelo, publicado por JOFRE DE LIMA MONTEIRO ALVES.

.Capela das Angústias

.Capela do Ecce Homo

.Capela do Amparo

.Capela de Santiago

.Igreja de Santa Marinha

.Correio Electrónico

Contacto via jofrealves@sapo.pt

.Os Meus Blogues

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Artigos Recentes

. BOTIRÃO DE DEITAR NO RIO ...

. FALECEU O SR. DOMINGOS BA...

. FALECEU O ABÍLIO PEREIRA

. FALECEU A NARCISA DA LAPA

. 60 ANOS DA PRIMEIRA EDIÇÃ...

. 60 ANOS DA PRIMEIRA EDIÇÃ...

. ACORDES DE PRIMAVERA 2017

. FALECEU A ANA DAS PINÇAS

. FALECEU A SENHORA MARIA O...

. CONCURSO CONHECEI A NOSSA...

.Arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.Temas

. todas as tags

.LIGAÇÕES


.subscrever feeds

blogs SAPO
Estou no Blog.com.pt
Segunda-feira, 30 de Junho de 2008

Concerto Animação de Esplanadas em Paredes de Coura

O Grupo FOLIADAS – Grupo de Música Tradicional do Mundo vai realizar um Concerto de Animação de Esplanadas para as esplanadas do Paulu’s Bar e do Café com Broa, a realizar no Largo de Hintze Ribeiro, vila de Paredes de Coura, sexta-feira, 4 de Julho de 2008, às 22 horas.

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 19:05
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

VI TORNEIO DE FUTSAL DE PADORNELO: Resultados III

VI Torneio de Futsal PADORNELO EM FESTA VERÃO 2008

 

Resultados dos jogos disputados a 28 de Junho de 2008:

Ø     C. D. Cepões 5 – Fontourense 6

Ø     Linhares 2 – Café Luís 3

 

Jogos de hoje, segunda-feira, 30 de Junho de 2008

21h

B

C. José Soares – Sapataria Costa

22h

B

Talho Filipe – A. Formariz

 

Jogos de amanhã, terça-feira, 1 de Julho de 2008

21h

A

Café Luís – A. C. D. Cepões  

22h

A

Barbosa & Costa – Fontourense

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 15:51
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 28 de Junho de 2008

VI TORNEIO DE FUTSAL DE PADORNELO: Resultados II

VI Torneio de Futsal PADORNELO EM FESTA VERÃO 2008

 

Resultado do jogo 2, disputado ontem, 27 de Junho de 2008:

 

ü     Associação de Ferreira 2 – Porreiras 4

 

Jogos de hoje, dia 28 de Junho de 2008:

19h30

A

A. C. D. CepõesFontourense

20h30

A

LinharesCafé Luís

 

Jogos da próxima segunda-feira, 30 de Junho de 2008

21h

B

C. José Soares – Sapataria Costa

22h

B

Talho Filipe – A. Formariz

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 18:02
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

HISTÓRIA DA NAU CATRINETA

Notas e fonética de Jofre de Lima Monteiro Alves

 

(Versão minhota do século XIX, com exacta transcrição fonológica)

                                                                           

Istória da Nau Catrineta

Eu bo-la qéro còntar;

Trinta anos e um dia

Séimpre à beira do mar.

 

Nũ[1] habia qe comer

Néim tampouco que gastar;

Butáro[2] solas de môlho

Pra domingo jêintar.

 

As solas éro[3] tão rijas,

Não nas pudéro[4] tragar;

Butáro sortes a ber

Qáis[5] s’habia de matar,

Caiu a sorte prumeira[6]

No capitão-general:

 

«Arriba[7], arriba, gàgéiro,

Àqele tope[8] real!

Ber[9] se bês terras de Espanha,

Ou aréias de Portugal!»

 

«Àlbiças[10], meu capitóum,

Já béijo[11] terras de Espanha

E aréias de Portugal.

Taméim[12] béijo três donzelas

À sombra dum laranjal;

A mais noba ‘stá a coser

E a tchigante[13] ‘stá a bordar,

E a mais bela d’elas todas

Por seus páis ‘stá a tchorar.»

 

«Todas três sóum[14] minhas filhas,

Todas três t’as hei-de dar:

Uma pàra te bestir,

Òitra pàra te calçar,

E a que mais bonita fôr,

Pàra còntigo casar.»

 

«Nũ quero as tuas filhas,

Deu’las[15] deixe béim fadar[16]

 

«Darei-te[17] tanto dinheiro

Qi o não possas contar.»

 

«Eu não qero o seu dinheiro,

Qe le[18] custou a ganhar.»

 

– «Dou-t’o meu cabalo branco

Pàra tu o felutriar[19]

 

«Eu não quero o seu cabalo,

Qi é de bòcê passiar,

Qero a Nau Catrineta

Pàra no mar nabegar.

Q’assim cumo ‘scapou desta,

Doitra há-de ‘scapar».



[1] Não.

[2] Deitaram.

[3] Eram.

[4] Puderam.

[5] Quais.

[6] Primeira.

[7] Acima.

[8] Mastro.

[9] Por «a ver».

[10] Alvíssaras.

[11] Vejo.

[12] Também.

[13] Chigante, àquela que está próxima, imediata.

[14] São.

[15] Deus as...

[16] Deus as deixe com bom destino.

[17] Dar-te-ei.

[18] Que o.

[19] Fazer folias a cavalo.

                                                      

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 01:01
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 27 de Junho de 2008

VI TORNEIO DE FUTSAL DE PADORNELO: Resultados

VI Torneio de Futsal PADORNELO EM FESTA VERÃO 2008  

 

Resultado da jornada inaugural, jogo 1, disputado ontem, dia 26 de Junho de 2008:

 

Ø     Kintinus Bar 3 – Resto do Mundo 2.

 

Jogo de hoje:

21h30

A

A. FerreiraPorreiras

 

Jogos de amanhã, dia 28 de Junho de 2008:

19h30

A

A. C. D. CepõesFontourense

20h30

A

LinharesCafé Luís

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 17:18
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

DICIONÁRIO DO FALAR REGIONAL DO MINHO VI

ABOCADAR, verbo transitivo. Abocanhar: «Abocadar um pedaço de broa».

 

ABODEGA, substantivo feminino. Taberna de feira.

 

ABOFETAR, verbo transitivo. Esbofetear.

 

ABOIADINHO, adjectivo. Peixe morto que os barcos de pesca abandonam. Formado a partir de boiar. Termo dos pescadores de Viana do Castelo.

 

ABOIAR [àboiar], verbo transitivo. Diz de qualquer objecto que esteja fora do lugar habitual; paradeiro incerto: «Que é do meu dedal? Anda p’rai aboiar».

 

ABOIAR, verbo intransitivo. Vir à tona; boiar.

 

ABOLE, verbo. Mexer; mover-se com pouca força:

Fita berde no tchapéu,

Meu amor, nũ lh’a ponhais;

Dá-lh’o bento, abole, abole

E eu côido que m’açanais!

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:08
Regressar ao Topo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

PADECA FEZ FUROR

    Como presença assídua que é, a Associação de Padornelo participou em mais uma edição da Feira Mostra de Paredes de Coura [dias 13,14 e 15 de Junho de 2008], que já vai na XV edição!

 

    A sua barraquinha, semelhante à dos outros anos, obteve um grande sucesso, embora a crise até na Feira Mostra se note!

 

    Não faltou a tradicional padeca, a broa, o bolo do tacho, o caldo verde… Iguarias de Padornelo que combinam bem com um bom vinho da nossa região.


    Parabéns à Associação e a todos os que trabalharam para que iniciativas destas possam continuar!


Joana Pereira

Jorge Lima

 

Notícia do jornal NOTÍCIAS DE COURA, de 24 de Junho de 2008

 

http://www.noticiasdecoura.com/index.php?pag=noticia_detalhes&recordID=2915

 

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 18:43
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

BAPTISMO

    No passado dia 15 de Junho [de 2008], na igreja do Ecce Homo, Rodrigo Barbosa Rodrigues recebeu o primeiro dos sacramentos.

 

    O Rodrigo é filho de Maria Elisabete Barbosa Rodrigues e de António José de Lima Rodrigues, residentes no Lugar de Lamarigo desta freguesia. Foram seus padrinhos Carla Lisete Barbosa e Adélio Araújo Sousa.

 

    O baptizado decorreu sob o olhar atento de todos os familiares e amigos do pequeno Rodrigo, e em especial da sua irmã Margarida. Felicidades ao Rodrigo, aos seus pais e irmã.

 

Joana Pereira

Jorge Lima

 

Notícia do jornal NOTÍCIAS DE COURA, de 24 de Junho de 2008

 

http://www.noticiasdecoura.com/index.php?pag=noticia_detalhes&recordID=2915

 

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 18:41
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Teatro Amador em Coura: VINHO, COPOS E MILAGRES

VINHO, COPOS E MILAGRES

 

Teatro no Centro Cultural de Paredes de Coura

Dia 28 de Junho de 2008, às 22 horas.

 

NOTA: Para Baixar o folheto

 

Cenas:

Acto I

Interior de taberna alentejana, em princípios de Agosto de 1917, ao entardecer.

 

Acto II

A mesma cena, hora do almoço a 15 de Agosto de 1917.

 

Acto III

A mesma cena, meados de Dezembro de 1917 ao entardecer.

 

FICHA ARTÍSTICA:

Vinho, Copos e Milagres, a partir do texto de Tânia Rico.

 

Personagens:

·        Zé Gato, taberneiro.

·        Maria Gata, mulher do taberneiro.

·        Manel, bêbado.

·        Navarro, contrabandista.

·        Tóino, porqueiro.

·        Maria de Fátima.

·        Gama, ajudante de farmácia.

·        Sebastião, guarda nacional republicano.

·        Ti Maria.

 

Interpretação:

ü     TAC - Teatro Amador Courense

 

Intérpretes:

Ø     Cristina Araújo: Maria Gata e Gama;

Ø     Carlos Araújo: Manel e Zé Gato;

Ø     Carlos Jorge Araújo: Zé Gato, Navarro;

Ø     Armando Lopes: Navarro e Zé Gato;

Ø     Rafael: Tóino e Manel;

Ø     Maria Pequena: Manel e Maria Gata;

Ø     Paulo Castro: Zé Gato e Navarro;

Ø     Júlio Brito Montenegro: Navarro e Zé Gato;

Ø     Sofia Brito: Maria Gata e Manel;

Ø     Cátia Sousa Ferreira: Maria de Fátima e Sebastião;

Ø     José Vargas: Tóino e Zé Gato;

Ø     Lúcia Araújo: Manel e Gama;

Ø     Filipe Brito: Gama e Zé Gato;

Ø     Aida Antunes: Navarro e Maria Gata;

Ø     Maria José Esteves: Manel e Maria Gata;

Ø     Sandra Santos: Sebastião e Navarro;

Ø     Alexandrina Silva: Ti Maria e Gama.

 

Encenação:

o       Mónica Ferreira;

o       Rui Mendonça (Comédias do Minho).

 

Duração do Espectáculo: 1h15m.

 

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 18:21
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 25 de Junho de 2008

VI TORNEIO DE FUTSAL DE PADORNELO: os jogos

Calendário dos 10 primeiros jogos do torneio de futsal:

Data

Hora

Grupo

Jogo

26 de Junho

22h

B

Kintinus Bar – Resto do Mundo

27 de Junho

21h30

A

A. Ferreira – Porreiras

28 de Junho

19h30

A

A. C. D. Cepões – Fontourense

28 de Junho

20h30

A

Linhares – Café Luís

30 de Junho

21h

B

C. José Soares – Sapataria Costa

30 de Junho

22h

B

Talho Filipe – A. Formariz

1 de Julho

21h

A

Café Luís – A. C. D. Cepões  

1 de Julho

22h

A

Barbosa & Costa – Fontourense

2 de Julho

21h

A

Porreiras – Linhares

2 de Julho

22h

B

Resto do Mundo – A. Formariz

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:10
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 24 de Junho de 2008

VI TORNEIO DE FUTSAL DE PADORNELO: os grupos

    VI Torneio de Futsal PADORNELO EM FESTA VERÃO 2008   

Depois do sorteio realizado a 18 de Junho de 2008, os grupos ficaram assim constituídos:

 

Série A

 

Série B

A. C. D. Cepões - Ponte de Lima

 

Construções José Soares

Porreiras

 

Talho Filipe

Associação de Ferreira

 

Associação de Formariz

Fontourense - Valença

 

Sapataria Costa

Linhares

 

Kintinus Bar

Barbosa & Costa

 

Resto do Mundo

Café Luís

 

 

 

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:08
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 23 de Junho de 2008

Edital da Sessão da Assembleia Municipal em Padornelo

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA

E D I T A L

      TORNA PÚBLICAS, em cumprimento do estabelecido no art. 34.º do Regimento, as deliberações deste Órgão Autárquico, tomadas em sessão ordinária, realizada a 20 de Junho de 2008, na Sede da Junta de Freguesia de Padornelo.

= PERÍODO DE ANTES DA ORDEM DO DIA =

    Ponto n.º 1 – Foi distribuído o registo do expediente recebido.

    A acta da sessão anterior, oportunamente distribuída e dispensada a sua leitura, depois de submetida à votação foi aprovada, por maioria, com 5 abstenções, 4 do PS e 1 do PCP, por não terem estado presentes.

Ponto n.º 2: Apresentação de assuntos relevantes para o Município e emissão de votos e moções:

    O Grupo Municipal do Partido Socialista, propôs um voto de louvor aos organizadores e participantes dos eventos: do Maio Cultural, Feira das Ciências e Feira Mostra.

    Submetido à votação, foi aprovada por unanimidade. 

= ORDEM DO DIA =

Ponto n.º 1 - Foi cumprido o estabelecido na al. e) do art. 53.º, da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, ou seja, a apreciação da informação escrita do Presidente da Câmara, acerca da actividade do município, bem como da sua situação financeira. 

Ponto n.º 2 – Apreciação, discussão e votação de uma proposta de alteração ao Regulamento das Zonas Industriais.

Este ponto foi aprovado por unanimidade. 

Ponto n.º 3 - Dando cumprimento ao disposto no n.º 4 do art. 31.º do Regulamento, o Presidente da Mesa indagou se alguém do público desejava intervir, o que não se verificou. 

Para que conste se publica este edital e outros de igual teor, que vão ser afixados nos locais públicos de costume. 

PAREDES DE COURA, 23 de Junho de 2008

 

Assembleia Municipal em Padornelo

Assembleia Municipal em Padornelo

Fotografias: gentileza de Eduardo Daniel Cerqueira.

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 15:18
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 20 de Junho de 2008

A PROPÓSITO DA GRAFIA E DA PLACA ECCE HOMO

Por: Jofre de Lima Monteiro Alves

 

    «Eis o homem», célebre frase que Pôncios Pilatos pronunciou ao apresentar Cristo perante os judeus, após a flagelação. E depois lavou as mãos, claro.

 

    Tornou-se tema constante na devoção cristã e frequentemente representada na iconografia a partir do século XV, vulgarmente representado açoitado, atado, coroado de espinhos, com um manto de púrpura e, a servir de ceptro, empunha uma cana. Notável é o quadro vulgarmente chamado Ecce Homo da Escola Portuguesa do século XV, depositado no Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa.

 

    Vamos, para já, tratar de duas questões, a primeira relacionada com a sua correcta dicção, mais delicada, na medida em que subsistem pelo menos três hipóteses fonéticas. A pronúncia eclesiástica, usada pelo clero, mais próxima da língua italiana, para quem “ecce” soa “etche”.

 

    A fala tradicional, usada pelos linguistas que a partir do pressuposto daquilo que se pensa ter sido a sua pronúncia nas línguas românicas na Idade Média, para quem “ecce” lê-se precisamente como se escreve, isto é, com “C”.

 

    Outros estudiosos defendem, na chamada prolação restaurada, que no latim clássico de há 2000 anos, a consoante de “ecce”, de acordo com o seu valor, seria pronunciada como gutural, com o som “Q”.

 

    O segundo problema diz respeito à grafia, onde me parece que durante séculos não houve lugar a qualquer dúvida. Mas recentemente, em jornais e placas de toponímia, surgiu a moda absurda de escrevinhar ECCE-HOMO (com hífen), deslize que se não for atalhado a tempo, ficará para o futuro como verdade absoluta.

 

    Mas não é, porquanto tal ortografia é literalmente abusiva e incorrecção malfeita. Em «Ecce Homo» temos uma locução latina, e no latim clássico ou medieval não existia o hífen, logo a palavra escreve-se separada.

 

    Se o caro leitor se dá por satisfeito e provado, pode ir à sua vidinha. Mas, se ao invés, tem ares de céptico S. Tomé, aqui vão umas migalhas de abonação colhidas nas melhores cepas dos linguistas. Venha comigo abrir a “Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira”, da década de 1950, para consultar o verbete ECCE HOMO, no volume IX, p. 388.

 

    O mesmo, sempre Ecce Homo, na “Lexicoteca: Moderna Enciclopédia Universal”, vol. VII, 1985, p. 84. Vou à estante e trago também o “Dicionário da Língua Portuguesa”, 5.ª edição, de 1976, no suplemento das “Palavras e Locuções Estrangeiras”, folheamos a p. 1534, donde cito: «Ecce homo, eis o homem. Palavras de Pilatos ao apresentar Cristo coroado de espinhos».

 

    Pelo canto do olho, avisto alguém a retorcer o nariz. Talvez seja da gripe das galinhas ou algum martirizado na dúvida imanente de Nossa Senhora do Sameiro, pelo sim pelo não, socorro-me de exemplos mais recentes.

 

    Vou a Braga buscar o programa da “Quaresma e Solenidades da Semana Santa de 2008”, adonde consta a Procissão do Senhor Ecce Homo que se realizou a 20 de Março deste ano (http://www.semanasantabraga.com/content.asp?startAt=4&categoryID=1409).

 

    Apresento mais uma prova irrefutável, o parecer científico da erudita Sociedade da Língua Portuguesa, da qual sou associado, e a resposta que em 20 de Julho de 2007 me deu o dr. Gonçalo Neves, tradutor, especialista em interlinguística e lexicógrafo:

 

    «Não há nada que justifique esta alteração ortográfica na placa toponímica da capela de Padornelo. A grafia correcta é Ecce homo (como está na Vulgata) ou Ecce Homo (pelo respeito que infunde a figura em questão), mas sempre sem hífen.

    Julgo que este erro pode ter que ver com o facto de eis, vocábulo lusitano que corresponde a ecce, se grafar com hífen, quando antecede os chamados pronomes átonos: «eis-nos», «ei-los», «ei-la», «eis-me». Seja como for, em latim é sempre sem hífen, mesmo quando o respectivo advérbio antecede essas formas pronominais: ecce me.

    Refira-se por último, para os menos avisados, que ecce homo (que se pode traduzir literalmente por «eis o homem» e livremente por «aqui está ele») são as palavras com que Pôncio Pilatos (São João, 19, 5, na tradução latina da Vulgata) mostrou aos judeus Jesus com a coroa de espinhos e o manto de púrpura. Empregam-se, por vezes de forma jocosa, para anunciar a chegada de alguém, sobretudo quando se trata de personagem (pretensamente) importante.

 

    Não fica sobejo de dúvida: Ecce-Homo (com hífen) é erro grosseiro, pois sendo uma expressão latina, manda a regra que se deve escrever Ecce Homo, assim, sem hífen. Como errare humanum est, resta a necessária e urgentíssima correcção, a bem deste adorado rincão, o nosso paraíso terrenho.

 

    A placa que está errada e induz ao engano, como se viu, deve ser retirada de pronto e substituída por outra, para que seja reposta a verdade gramatical. Não podemos lavar as mãos como fez o procurador Pilatos e fingir que não é connosco.

 

Fotografia: gentileza de Eduardo Daniel Cerqueira.

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 18:16
Regressar ao Topo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 19 de Junho de 2008

PADORNELO NAS COMEMORAÇÕES DO ANIVERSÁRIO DOS DADORES

PROGRAMA DO 19.º ANIVERSÁRIO DA ASSOCIAÇÃO DE DADORES BENÉVOLOS DE SANGUE DE PAREDES DE COURA (ADASPACO) – Fundada a 17 de Junho de 1989.

 

Domingo, dia 22 de Junho de 2008

 

Ø     9:00 – Hastear das Bandeiras na Casa do Dador (Avenida do Cónego Dr. Bernardo Chouzal) e colocação de uma coroa de flores junto do busto de Joaquim Carvalho Lages (1.º presidente e fundador da instituição);

 

Ø     9:45 – Missa na Capela do Senhor Ecce Homo, na freguesia de Padornelo, em memória de todos os Dadores e Sócios falecidos;

 

Ø     11:00 – Tradicional Jogo do Chavelho;

 

Ø     14:00 – Baile na Casa do Dador com a actuação do Grupo Musical "Kalhambeke".

 

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:01
Regressar ao Topo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 18 de Junho de 2008

Sessão da Assembleia Municipal em Padornelo

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA

E D I T A L

 

      TORNA PÚBLICO, nos termos da alínea b) do art. 11.º do Regimento, conjugado com a alínea a) do art. 54.º da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, com a redacção que lhe foi dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro, que no próximo dia 20 de Junho, às 21,00 horas, se realizará, na Sede da Junta de Freguesia de Padornelo, uma sessão ordinária desta Assembleia Municipal, com a seguinte ordem de trabalhos:

= PERÍODO DE ANTES DA ORDEM DO DIA = 

Ponto n.º 1 – Leitura do expediente, bem como dos anúncios que o regimento impuser e discussão e votação das actas das sessões anteriores.

Ponto n.º 2 – Apresentação de assuntos relevantes para o Município e a emissão de votos e moções. 

Ponto n.º 3 – Interpelações ao Presidente da Câmara Municipal.

= ORDEM DO DIA =

Ponto n.º 1 – Apreciação da informação escrita do Presidente da Câmara acerca da actividade do município, bem como da sua situação financeira, nos termos da alínea e) do art. 53.º, da Lei 169/99, de 18 de Setembro. 

Ponto n.º 3 – Apreciação, discussão e votação de uma proposta de alteração ao Regulamento das Zonas Industriais. 

Ponto n.º 4 - Intervenção do público. 

Para que conste se publica este edital e outros de igual teor, que vão ser afixados nos locais públicos de costume. 

      PAREDES DE COURA, 6 de Junho de 2008 

 

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:08
Regressar ao Topo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 17 de Junho de 2008

VI TORNEIO DE FUTSAL PADORNELO EM FESTA

Cartaz futsal 2008

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:08
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 11 de Junho de 2008

Ilídio Monteiro: ciclista federado

Texto publicado no blogue “Fogareiro da Catumbela”, de João Carlos Milhazes, a 5 de Junho de 2008, que pode ser visto aqui: http://fogareirodacatumbela.blogspot.com/2008/06/ildio-monteiro-alves-equipado-de.html

Ilídio Monteiro, ciclista 

Ilídio Monteiro Alves, equipado de ciclista federado em Angola. (foto da década de 1950). Nasceu em Padornelo, Paredes de Coura, distrito de Viana do Castelo, a 5 de Abril de 1928 e foi para Angola em 1951.

 

Correu pelo Benfica de Moçâmedes (1951-1952), Portugal de Benguela (1953-1954) e Sport Clube Catumbela (1955-1962), vencendo, entre outras provas, o Circuito Ciclista da Catumbela, realizado a 10 de Junho de 1956, com o tempo total de 1 h 47 m e 37 s.

 

Venceu também o Circuito Ciclista da Catumbela de 1957. A vitória de 1956 vem no jornal "O Lobito", n.º 1699, terça-feira, 12 de Junho de 1956, p. 5.

 

Em Maio de 1956 o Sport Clube Catumbela venceu a prova por equipas do Circuito Ciclista de Benguela, no âmbito das comemorações do tricentenário da fundação da Cidade de Benguela, ficando o ciclista Joaquim Leal em 1.º lugar e Ilídio Monteiro, em 2.º, ambos do Sport Clube Catumbela.

 

Eis a formação da equipa do Sport Clube Catumbela nos anos 1955-1962: Ilídio Monteiro, Joaquim Leal, Sousa Pinto e Rogério Couto.

 

Eram então dirigentes da secção de ciclismo do Sport Clube Catumbela: - Jordão Marques, Carvalho de Oliveira e mais um cunhado do Joaquim Leal.

 

A equipa do Catumbela à época, participou em provas por quase todas as principais cidades de Angola, só para citar: - Benguela, Lobito, Nova Lisboa, Sá da Bandeira...

 

Foi dono de uma oficina de carpintaria na Catumbela e era um apaixonado pela caça grossa. Este Homem é tão-somente o Pai do Norberto (Cangato), Inocêncio, Jorge e Jofre.

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:08
Regressar ao Topo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

CICLOTURISMO COM FUNDADORES DA ASSOCIAÇÃO

    A Ecopista que liga Valença a Monção foi palco da última actividade organizada pela Associação de Padornelo. No dia 25 de Maio [de 2008], numa soalheira tarde de domingo, um grupo de 67 pessoas deslocou-se até à vila de Valença e de lá partiu... de bicicleta ou a pé, aproveitando a paisagem, o sol e o convívio entre os participantes.

 

    Contabilizámos cerca de 40 bicicletas, dos 4 aos 60 e tal anos, sendo que alguns dos ciclistas mais “maduros” tiveram que “rebocar” alguns dos pequenitos que não quiseram abandonar os seus veículos nos pontos de apoio.


    Registamos, também, o facto de terem participado nesta iniciativa todos os fundadores da Associação, com excepção de Alcídia Soares, emigrante nos EUA, Clara Sá, residente em Esposende, e Severino Barreiro e António Araújo, já falecidos.


    Foi uma feliz coincidência constatar que, 21 anos volvidos, as pessoas, apesar de não estarem directamente envolvidas nos corpos directivos e sociais da instituição, continuam a acreditar e a contribuir para o sucesso desta família.

 

    Além disso, os três primeiros “ausentes” referidos tiveram muitos familiares directos na Ecopista (irmãos, sobrinhos, filhos, netos, etc.). Talvez esteja aqui uma parte do segredo que explica muita coisa.


    No final do percurso, a Associação serviu um “avantajado” lanche, para repor todas as calorias que supostamente se tinham perdido. Houve música, dança e boa disposição entre todos. Através do Notícias de Coura, a Associação Cultural de Padornelo agradece a todos os participantes.

 

Joana Pereira

 

Jorge Lima

 

Notícia do jornal NOTÍCIAS DE COURA, edição n.º 120, de 11 de Junho de 2008

 

http://www.noticiasdecoura.com/index.php?pag=noticia_detalhes&recordID=2876

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:00
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 10 de Junho de 2008

DICIONÁRIO DO FALAR REGIONAL DO MINHO V

ABOADINHO, substantivo masculino. Entreaberta de bom tempo, em dia chuvoso: «Bou a casa neste aboadinho». Termo de Viana do Castelo.

 

ABOADO, substantivo masculino e adjectivo. Intervalo de tempo em que deixa de chover; que está ou se pôs bom.

 

ABOAR, verbo intransitivo. Melhorar; tornar-se bom; clarear.

 

ABOAR, verbo transitivo e intransitivo. Voar. Conforme a quadra infantil com que se faz voar uma joaninha, que tenha pousada na mão:

Joaninha, aboua, aboua,

Que teu pai foi a Lisboua

Buscar um carro de pão

P’ra ti e p’ra João.

 

ABOBRA, substantivo masculino. Abóbora. A índole paroxitónica da linguagem sincopou o o” postónico por dissimilação e ensurdecimento. Do latim apopore-.

 

ABOCADADO, adjectivo. Metido na boca.

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 01:01
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 7 de Junho de 2008

VI TORNEIO DE FUTSAL DE PADORNELO

FUTSAL

VI Torneio PADORNELO EM FESTA VERÃO 2008

 

Data: 23 de Junho a 29 de Julho.

 

Localização: Campo Polidesportivo de Padornelo.

 

Inscrições: de 1 a 15 de Junho de 2008.

 

Sorteio: 18 de Junho de 2008.

 

Calendário: jogos a disputar à noite durante a semana e final no domingo, em horário preestabelecido.

 

Inscrição: 125 bolas por equipa.

 

Caução: obrigatória de 25 bolas.

 

Contactos:

·        Correio electrónico: acrdpadornelo@hotmail.com

·        Telemóvel: 918 447 385

 

Organização:

·        Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Padornelo.

 

Colaboração:

·        Câmara Municipal de Paredes de Coura;

·        Junta de Freguesia de Padornelo;

·        INATEL.

 

Apoio: diversas empresas e casas comerciais do distrito.

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:21
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 6 de Junho de 2008

FESTA DA FAMÍLIA II

O grupo que participou na Festa da Família, um passeio organizado pela Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Padornelo em 25 de Maio de 2008. Fotografia de Fernando Abílio de Sá e Silva.

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:09
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 5 de Junho de 2008

FESTA DA FAMÍLIA

Festa da Família Maio de 2008

Festa da Família, um passeio organizado pela Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Padornelo em 25 de Maio de 2008. Fotografia de Fernando Abílio de Sá e Silva.

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:00
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 4 de Junho de 2008

ALMINHAS DE PADORNELO V

Padornelo: alminhas do Sobreiro

Alminhas do Amparo, no Sobreiro, lugar da freguesia de Padornelo. Fotografia de Agosto de 2007.

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:00
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 3 de Junho de 2008

DICIONÁRIO DO FALAR REGIONAL DO MINHO IV

ABINÇA, substantivo feminino. Propina que se paga a determinado indivíduo para que ele preste os serviços da sua especialidade, sem outra remuneração; remuneração paga ao abade, em geral dois alqueires de milho, em troca de certas missas e sacramentos. Termo de Arcos de Valdevez.

 

ABINÇOAR, verbo transitivo. Abençoar.

 

ABINDA, substantivo feminino. Remuneração paga ao curador, com o direito de lhe requerer em qualquer ocasião o tratamento do gado.

 

ABISOURAR, verbo transitivo. Irritar.

 

ABISOURO, substantivo masculino. Abelha brava. Termo de Viana do Castelo.

 

ABÔ! interjeição. Está bem!

 

ABÓ, substantivo feminino. Avó.

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 20:07
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 2 de Junho de 2008

FALECEU O CASIMIRO DE SÁ

    No dia 26 de Maio de 2008 faleceu na unidade de internamento do Centro de Saúde de Paredes de Coura, Casimiro Rodrigues de Sá, de 84 anos de idade, natural de Padornelo, onde nascera a 31 de Maio de 1924, e residente há muito anos na freguesia de Cristelo.

 

    Era casado com Ilídia Barbosa da Rocha e pai de Maria Natércia Sá da Rocha. Foi sepultado a 27 de Maio no cemitério da freguesia de Parada.

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 17:51
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 1 de Junho de 2008

OLHARES SOBRE PADORNELO XIV - PLACA DA CAPELA DAS ANGÚSTIAS

Placa da capela das Angústias

Placa da capela de Nossa Senhora das Angústias, freguesia de Padornelo. Fotografia de Eduardo Daniel Cerqueira, que pode ser vista aqui:

http://olhares.aeiou.pt/interessante_inscricao/foto1944764.html

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:05
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|