Blogue acerca da terra, das pessoas, dos costumes e da História de PADORNELO, freguesia do concelho de Paredes de Coura, distrito de Viana do Castelo, publicado por JOFRE DE LIMA MONTEIRO ALVES.

.Capela das Angústias

.Capela do Ecce Homo

.Capela do Amparo

.Capela de Santiago

.Igreja de Santa Marinha

.Correio Electrónico

Contacto via jofrealves@sapo.pt

.Os Meus Blogues

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30

.Artigos Recentes

. FESTA DE SÃO JOÃO 2017

. FESTA DAS ANGÚSTIAS 2017

. FALECEU A SENHORA ANA ROD...

. FALECEU A SENHORA ERMEZIN...

. LIMITES DA FREGUESIA DE P...

. CONCERTO DO ORFEÃO ARCIPR...

. ERGUER DA BANDEIRA NAS AN...

. LIMITES DA FREGUESIA DE P...

. BOTIRÃO DE DEITAR NO RIO ...

. FALECEU O SR. DOMINGOS BA...

.Arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.Temas

. todas as tags

.LIGAÇÕES


.subscrever feeds

blogs SAPO
Estou no Blog.com.pt
Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

Genealogia da CASA DO CRUZEIRO, nos Tojais

I – DOMINGOS LOPES ALVES GUIMARÃES, filho legítimo de António Lopes e de Joana Alves, nasceu em 1775 em Santa Maria do Salto, freguesia do concelho de Montalegre, comarca de Chaves, distrito de Vila Real.

Faleceu nos Tojais, lugar da freguesia de Padornelo, a 13 de Maio de 1840.

Foi comerciante estabelecido no Lugar da Feira, freguesia de Paredes de Coura (1805 a 1809); comerciante nos Tojais, Padornelo (1809 a 1840); 1.º Senhor da Casa do Cruzeiro, em Padornelo.

Casa do Cruzeiro, nos Tojais, PadorneloCasou em 1806 com Joana Maria da Cunha, natural da vila e freguesia de Paredes de Coura, filha legítima de Bernardino António Pereira da Cunha, de Paredes de Coura, e de sua mulher Maria Josefa Calheiros de Faro, da freguesia de S. Vicente de Castelões, bispado de Tui, reino da Galiza. Filhos:

1 – Padre João Baptista Lopes Alves Guimarães, nasceu no lugar da Feira, freguesia de Paredes de Coura, a 18 de Abril de 1807.

Faleceu no lugar dos Tojais, Padornelo, a 11 de Setembro de 1832.

Foi clérigo menorista, tendo-se habilitado para receber ordens sacras de presbítero a 30 de Março de 1821[1].

2 – D. Sebastiana Rosa Lopes Alves Guimarães, nasceu na freguesia de Padornelo a 9 de Maio de 1810.

Faleceu no lugar dos Tojais e na condição de solteira a 19 de Novembro de 1832.

3 – António José Lopes Alves Guimarães, nasceu na freguesia de Padornelo a 25 de Novembro de 1812.

Foi Escrivão do Juízo de Paz do Distrito de Insalde do Julgado de Coura, por carta da Rainha D. Maria II de 17 de Fevereiro de 1844[2]; 2.º Senhor da Casa das Cacheiras, em Padornelo; proprietário.

Casou na igreja paroquial de Santa Marinha de Padornelo a 10 de Outubro de 1831, com Rosa Joaquina Mendes, filha legítima de Bento José Mendes e de Ana Senhorinha, do lugar da Veiga, freguesia de Padornelo[3].

Casou em segundas núpcias a 12 Agosto de 1844 na igreja matriz de Santa Marinha de Padornelo, com Francisca Josefa Rodrigues, filha de António Luís Rodrigues e de Maria Teresa Barreira, de Padornelo[4]. Com geração.

4 – Padre MANUEL JOSÉ LOPES ALVES GUIMARÃES, nasceu na freguesia de Paredes, concelho de Coura, a 7 de Abril de 1815.

Faleceu em Padornelo a 28 de Fevereiro de 1885.

Foi presbítero do hábito de S. Pedro; habilitou-se para receber ordens sacras a 27 de Março de 1833[5]; abade da igreja matriz de Santa Marinha de Padornelo, por carta de El-Rei D. Luís de 2 de Maio de 1871[6]; 2.º Senhor da Casa do Cruzeiro.

5 – José Narciso Lopes Alves Guimarães, nasceu na freguesia de Padornelo a 1 de Abril de 1817.

6 – D. Narcisa Benedita Lopes Alves Guimarães, nasceu na freguesia de Padornelo a 13 de Janeiro de 1819.

Casou em 1845 com Manuel Joaquim da Silva, filho de Caetano da Silva e de Mariana Luísa Gomes, da freguesia de Formariz. Fixaram residência no lugar do Foral de Paredes, vila de Paredes de Coura. Com geração.

7 – D. Antónia Maria Lopes Alves Guimarães, nasceu na freguesia de Padornelo a 25 de Novembro de 1820.

Faleceu a 18 de Janeiro de 1896 nos Tojais, lugar da freguesia de Padornelo. Solteira e proprietária.

8 – José Lopes Alves Guimarães, que segue.

9 – D. Maria Lopes Alves Guimarães, nasceu na freguesia de Padornelo a 10 de Outubro de 1823.

Casou em Padornelo com António Bento de Araújo, natural da freguesia de Cunha, filho de Miguel de Araújo e de Maria Antónia, lavradores. Com geração.

10 – Luís Lopes Alves Guimarães, nasceu na freguesia de Padornelo, Paredes de Coura, a 3 de Abril de 1825.

Foi comerciante, com venda estabelecida no lugar dos Tojais, Padornelo.

Casou a 27 de Junho de 1861 na igreja matriz de S. Salvador, vila dos Arcos de Valdevez, com Rosália Maria de Castro, de Giela, Arcos de Valdevez, filha natural de Antónia Maria de Castro. Com geração.

11 – D. Rosa Antónia Lopes Alves Guimarães, nasceu na freguesia de Padornelo, Paredes de Coura, a 12 de Outubro de 1826. Faleceu de tenra idade.

12 – Francisco António Lopes Alves Guimarães, nasceu na freguesia de Padornelo a 18 de Março de 1828. Faleceu de tenra idade.

13 – D. Rosa Lopes Alves Guimarães, nasceu no lugar dos Tojais, freguesia de Padornelo a 21 de Novembro de 1829.

14 – Vitorino António Lopes Alves Guimarães, nasceu no lugar dos Tojais, freguesia de Padornelo a 27 de Maio de 1832. Faleceu de tenra idade.

                                                                                   

II – JOSÉ LOPES ALVES GUIMARÃES, nasceu na freguesia de Padornelo a 9 de Janeiro de 1822.

Foi Escrivão do Juízo de Paz do Distrito de Castanheira do Julgado de Paredes de Coura por carta passada por El-Rei D. Luís a 6 de Junho de 1863[7]; proprietário; 3.º Senhor da Casa do Cruzeiro; solicitador na Comarca Judicial de Paredes de Coura.

Casou em 1845 com Marta Emília Lopes, natural da freguesia de S. Tomé de Correlhã, Ponte de Lima. Filhos:

1 – D. Maria da Glória Lopes Alves Guimarães, nasceu na freguesia de S. Tomé de Correlhã, Ponte de Lima, em 1847.

Casou a 8 de Fevereiro de 1871, na igreja matriz de Santa Marinha de Padornelo com Silvério Francisco Ramos, proprietário e professor de instrução primária oficial, baptizado em Padornelo, filho natural de Teresa Clara, solteira, lavradora, do lugar de Covas. Com geração.

2 – D. Rosa da Conceição Lopes Alves Guimarães, que segue.

                                                             

III – D. ROSA DA CONCEIÇÃO LOPES ALVES GUIMARÃES, nascida na freguesia de S. Paio da vila dos Arcos de Valdevez, cerca de 1853.

Faleceu nos Tojais, lugar da freguesia de Padornelo, a 5 de Setembro de 1926.

Proprietária; 4.ª Senhora da Casa do Cruzeiro, em Padornelo.

Casou em 1880 na igreja matriz de Santa Marinha de Padornelo com Severino António da Silva, proprietário e negociante estabelecido e domiciliado no lugar dos Tojais, natural da freguesia de Paredes de Coura, filho de António José Fernandes e de Maria Josefa da Silva, da vila e freguesia de Paredes de Coura. Filhos:

1 – D. Amália Maria da Silva, nascida no lugar dos Tojais a 13 de Agosto de 1884.

Faleceu na freguesia de Paredes de Coura a 13 de Janeiro de 1949.

Casou na freguesia de Padornelo a 31 de Dezembro de 1908[8], com Dulcídio Hipólito da Cunha Ribas (1879+1937), natural da vila de Paredes de Coura, proprietário, armador e negociante, filho de Domingos Gusmão da Cunha Ribas e de D. Maria de Araújo Vieira. Com geração.

2 – D. Maria Lopes da Silva, que segue.

3 – D. Antonieta Maria Lopes da Silva, nascida em Padornelo a 17 de Fevereiro de 1889.

4 – D. Antonieta Lopes da Silva, nasceu em Padornelo a 28 de Fevereiro de 1890.

Casou em Padornelo a 17 de Junho de 1911, com Álvaro Augusto Monteiro, residente no Porto, natural de Ervedosa do Douro, S. João da Pesqueira, distrito de Viseu. Com geração.

5 – D. Olívia Lopes da Silva, nascida em Padornelo a 3 de Setembro de 1891.

                                    

IV – D. MARIA LOPES DA SILVA, nasceu no lugar dos Tojais, Padornelo, a 10 de Março de 1886.

Faleceu no estado de viúva na vila e freguesia de Paredes de Coura, a 26 de Julho de 1966.

Proprietária; 5.ª Senhora da Casa do Cruzeiro, em Padornelo[9].

Casou na igreja matriz de Santa Marinha de Padornelo a 25 de Julho de 1908, com António José da Cunha Ribas, nascido a 14 de Janeiro de 1886 no lugar de Sequeirô, vila de Paredes de Coura, filho legítimo de Domingos Gusmão da Cunha Ribas, da vila de Paredes de Coura, comerciante, e de D. Maria de Araújo Vieira, de Resende, moradores no lugar de Sequeirô, vila de Paredes de Coura[10].

António José da Cunha Ribas faleceu no lugar de Lamamá, freguesia de Paredes de Coura, a 26 de Abril de 1963. Filhos:

1 – Domingos da Silva da Cunha Ribas, nasceu em Padornelo e foi baptizado a 4 de Março de 1909.

2 – Justino da Silva da Cunha Ribas, nasceu em Padornelo a 3 de Agosto de 1911.

Faleceu em Setembro de 1973 no lugar de Lamamá, freguesia de Paredes de Coura, aos 62 anos de idade; era solteiro, sócio gerente da firma “António Ribas & Filhos”[11].

3 – D. Eva de Jesus da Cunha Ribas, nasceu em Padornelo, a 27 de Junho de 1913.

Faleceu a 29 de Janeiro de 1961 e jaz sepultada no cemitério da vila de Paredes de Coura.

Foi diplomada pela Academia Portuense de Corte e Costura a 31 de Julho de 1935; abriu oficina de modista e estilista em costura, nos Tojais, Padornelo, em 1935.

4 – D. Maria da Nazaré da Cunha Ribas, nasceu nos Tojais, lugar da freguesia de Padornelo, a 7 de Novembro de 1914.

Faleceu a 1 de Março de 2007, internada no Lar de Idosos de Prozelo, concelho dos Arcos de Valdevez, aos 93 anos de idade.

5 – D. Maria dos Prazeres da Cunha Ribas, nasceu em 1916 nos Tojais, lugar da freguesia de Padornelo.

Faleceu no concelho de Vila Verde a 21 de Novembro de 1992.

6 – D. Maria Antonieta da Cunha Ribas, nasceu na freguesia de Padornelo a 30 de Março de 1919.

Faleceu a 24 de Abril de 2003 na Clínica de S. Lázaro, Braga, e foi sepultada a 25 de Abril de 2003 no cemitério municipal de Paredes de Coura.

Casou com Manuel de Jesus Alves Nogueira, com geração.

7 – D. Maria da Pureza da Cunha Ribas, nasceu em Padornelo a 7 de Janeiro de 1921.

8 – D. Maria da Ascensão da Cunha Ribas, nasceu em Padornelo a 4 de Outubro de 1925.

9 – D. Maria da Glória da Cunha Ribas, nasceu em Padornelo a 29 de Fevereiro de 1928.



[1] ADB, Processos de Inquirição de Genere, proc. n.º 25773, pasta n.º 1153.

[2] ANTT, Chancelaria de D. Maria II, Liv. 21, fl. 201 e 201v.

[3] ADVC, Registos Paroquiais de Padornelo, Liv. de Casamentos n.º 3, 1804-1851, fl. 24v, cota 3.10.2.7.

[4] ADVC, Registos Paroquiais de Padornelo, Liv. de Casamentos  n.º 3, 1804-1851, fl. 36v, cota 3.10.2.7.

[5] ADB, Processos de Inquirição de Genere, proc. n.º 17921, pasta n.º 782.

[6] ANTT, Chancelaria de D. Luís, Liv. 22, fl. 235v.

[7] ANTT, Chancelaria de D. Luís, Liv. 7, fl. 69.

[8] Conforme averbamento lavrado no assento de baptismo; contudo os jornais da ocasião datam o casamento a 7-I-1909. É que naquela referida data de 31-XII-1908, faleceu em Padornelo Maria Lopes Alves Guimarães, tia paterna da nubente.

[9] Quando a família Cunha Ribas se retirou para a freguesia de Paredes de Coura, a Casa do Cruzeiro foi comprada pelo Joaquim José Fernandes, “o Joaquim das Eiras”.

[10] ADVC, Registos Paroquiais de Paredes de Coura, Liv. de Baptismos n.º 5, 1886-1894, fl. 1v, cota 4.87.1.15.

[11] Notícia do jornal O PROGRESSO DE COURA, página 3, edição n.º 7, de 7 de Outubro de 1973: «pessoa muito considerada aparentado com boas famílias desta vila... O seu funeral foi uma larga manifestação de saudade, tendo-se incorporado pessoas de todas as categorias sociais».

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:28
Regressar ao Topo | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

Casa de Antoninho Ribas

Casa do Cruzeiro

Antiga casa de António José da Cunha Ribas, no largo do Cruzeiro, nos Tojais, lugar da freguesia de Padornelo. No século XIX pertenceu à distinta família Lopes Alves Guimarães e depois aos Lopes da Silva, antes de passar por via do casamento ao Antoninho Ribas, aqui casado com D. Maria Lopes da Silva.

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 18:20
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

DICIONÁRIO DO FALAR REGIONAL DO MINHO VIII

ACADUTO, substantivo masculino. Aqueduto.

                           

AÇAFANHADO, adjectivo. Estragado.

                        

AÇAFANHAR, verbo transitivo. Estragar. Termo de Paredes de Coura.

                      

AÇAFRADO, adjectivo. Irado; atarefado.

                  

ACAIJO, advérbio. Quase. [À forma caijo, juntou-se a protético].

                     

ACAIR, verbo intransitivo. Cair.

                             

ACAJO, advérbio. Acaso.

            

AÇANAR, verbo transitivo. Acenar. [A influência do n representa um reforço vocálico].

                   

ACANDA. Ao mesmo tempo que. «Cheguei aqui acanda ele». Termo de Arcos de Valdevez.

                

ACANHADO, adjectivo. Tímido; envergonhado.

                          

ACANHOTADO, adjectivo. Tosco; desajeitado; grosseiro; estúpido.

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:28
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 8 de Outubro de 2008

QUIM SÁ, O CAMPEÃO COURENSE SEM IDADE

Quim Sá

Atleta volta aos triunfos em Espanha

        

    O atletismo courense deve a Quim Sá um sem-número de vitórias em todas as provas de fundo, desde os cinco mil metros à maratona e meia-maratona.

         

    Aos 61 anos de idade, este carpinteiro e bombeiro tem coleccionado anos e anos de triunfos a nível nacional nas mais mediáticas provas, no que respeita ao escalão de veteranos.

                    

     O seu prestígio, bem como o de outros atletas courenses do Clube Natação e Cultura, casos de Luís Sá e José Correia, leva-o a receber frequentemente convites para participar em prestigiadas provas no país vizinho.

           

    Desta feita Quim Sá e Luís Sá deslocaram-se à cidade galega de Viveros, no dia 14 de Setembro, para correrem o tradicional Grande Prémio de Estrada da localidade.

                                            

    Quim Sá não deixou os seus créditos por mãos alheias e arrecadou o primeiro lugar no escalão de veteranos 60/65 anos. Foi de tal forma retumbante o triunfo do padornelense que fez também o melhor tempo entre os concorrentes do sub escalão de 55 anos. É obra!

                    

    “Agora quero preparar-me para estar no máximo da forma em Dezembro, altura em que correrei a Maratona das Descobertas em Lisboa. Já lá consegui doze vezes o pódio na Maratona, mas agora quero mesmo o primeiro lugar”, confessou com juvenil entusiasmo o mais popular atleta courense. O homem sem idade.

                                                                              
    No mesmo dia, vários jovens atletas integrantes da fornada de ouro treinada por Luís Sá no Clube Natação e Cultura de Paredes de Coura conseguiram igualmente algumas posições de destaque, com vários primeiros lugares, em diferentes escalões etários na referida competição atlética espanhola.

                                                 

    Carla Oliveira, Joni Rodrigues, Vanessa Peres, Jonas Peres, Paulo Cunha e Emanuel Rodrigues são os nomes dos jovens que, no dizer do seu treinador, “encaram esta prova como preparação para os Regionais de Corta-mato que se aproximam”.

 

Manuel Tinoco

 

Notícia do jornal NOTÍCIAS DE COURA, edição n.º 127, p. 35, de 7 de Outubro de 2008

 

http://www.noticiasdecoura.com/index.php?pag=noticia_detalhes&recordID=3151

 

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 22:13
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 3 de Outubro de 2008

ALMINHAS DE PADORNELO VII

Alminhas do Amparo, no Sobreiro, Padornelo

Pormenor do painel central das Alminhas do Amparo, localizadas no muro da capela de Nossa Senhora do Amparo, no Sobreiro, lugar da freguesia de Padornelo, concelho de Paredes de Coura. Fotografia de Outubro de 2007. Gentileza de Fernando Abílio de Sá e Silva.

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:30
Regressar ao Topo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 2 de Outubro de 2008

Associação Cultural de Mozelos Recria Desfolhada Tradicional e Organiza Encontro de Grupos de Música

DESFOLHADA TRADICIONAL

ü      Dia 11 de Outubro de 2008

                        

ü      21 horas, na eira do Museu Regional de Paredes de Coura (Rua de Aquilino Ribeiro).

Cartaz da Desfolhada de Mozelos                                         

3.º ENCONTRO DE GRUPOS DE MÚSICA TRADICIONAL PORTUGUESA

ü      Dia 19 de Outubro de 2008

                                                      

  • 11h – Missa na Igreja Paroquial de São Paio de Mozelos;
  • 12h – Almoço convívio na Quinta de Mantelães, em Formariz (marcações junto dos directores, até dia 10 de Outubro);

o    12€50 [doze euros e cinquentas cêntimos] para não sócios;

o    10€ [dez euros] para sócios.

  • 15h – Entrega de diplomas a novos sócios honorários – Sede Social da ACRDM (Lugar de Lama, freguesia de Mozelos);
  • 15h30 – Início da actuação dos grupos – Sede Social da ACRDM:

Ø      Ré Maior – ACRDM;

Ø      Alento do Alentejo – Vila Viçosa;

Ø      Cantigas do Talegre – Mozelos – Santa Maria da Feira;

Ø      Cantigas Tradicionais Cordas do Paivô – Castro d´Aire – Viseu.

 

Bilheteira: 1 € para não sócios; 0,5 € para sócios:

§         A receita reverterá a favor das obras de construção do Lar de São João de Bico.

 

Informações: 965331030 ou 966522100

Cartaz do Encontro de Grupos de Música de Mozelos

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 08:35
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 1 de Outubro de 2008

DOENTE

    No internamento do Lar de Idosos da Santa Casa da Misericórdia, na freguesia e vila de Paredes de Coura, encontra-se internada a senhora Maria Nogueira, “a Maria da Pedra”, do lugar de Covas, freguesia de Padornelo.

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 19:14
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

FALECEU A ISABEL “DA MOUTA”

    No Lar de Idosos, na vizinha freguesia de Mozelos, no passado dia 19 de Setembro de 2008, faleceu a senhora Isabel Rodrigues da Cunha Lima Ribeiro, “a Isabel da Mouta”, de 81 anos de idade, porquanto nascera a 11 de Abril de 1927 em Lamarigo, lugar da freguesia de Padornelo.

                            

    Era casada com Joaquim Ramos, sendo mãe de Ernesto e Alcides Ribeiro Ramos. O seu corpo esteve depositado em câmara ardente na igreja matriz de Santa Marinha e foi sepultada no cemitério público de Padornelo a 20 de Setembro.

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 19:13
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

A ESCOLA EB2,3/S DE PAREDES DE COURA PREMIOU UM ALUNO DA NOSSA FREGUESIA

    Chama-se Sérgio da Cunha Dantas, é filho de Joaquim Barbosa Dantas e de Zulmira do Céu Alves Gomes da Cunha Dantas e reside no lugar de Lamarigo, desta freguesia de Padornelo.

          

    A sua escola considerou-o o melhor aluno do seu curso, 12.º Ano Tecnológico de Informática. No passado dia 12 de Setembro [de 2008], numa linda cerimónia no Centro Cultural de Paredes de Coura foi-lhe entregue um diploma de mérito e uma oferta de quinhentos euros.

                           

    O Sérgio pretende tirar o quarto nível do Curso Tecnológico de Informática, o que com certeza para ele não se tornará difícil.

                                             

    Quero dar os parabéns ao Sérgio e dizer-lhe que estou orgulhoso por ter um vizinho tão inteligente. Continua assim e muitas felicidades.

 

Ilídio Dantas

 

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 19:12
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|