Blogue acerca da terra, das pessoas, dos costumes e da História de PADORNELO, freguesia do concelho de Paredes de Coura, distrito de Viana do Castelo, publicado por JOFRE DE LIMA MONTEIRO ALVES.

.Capela das Angústias

.Capela do Ecce Homo

.Capela do Amparo

.Capela de Santiago

.Igreja de Santa Marinha

.Correio Electrónico

Contacto via jofrealves@sapo.pt

.Os Meus Blogues

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Artigos Recentes

. FALECEU O TONE DO SENRA

. LISTA DO PS CANDIDATA À ...

. ALMOÇO NAS ANGÚSTIAS 2017

. FEIRA DE PADORNELO 2017 -...

. FEIRA DE PADORNELO 2017 -...

. FEIRA DE PADORNELO 2017 -...

. FEIRA DE PADORNELO 2017 -...

. FEIRA DE PADORNELO 2017 -...

. FEIRA DE PADORNELO 2017 -...

. FEIRA DE PADORNELO 2017 -...

.Arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.Temas

. todas as tags

.LIGAÇÕES


.subscrever feeds

blogs SAPO
Estou no Blog.com.pt
Segunda-feira, 25 de Março de 2013

ACORDES DE PRIMAVERA 2013 – III

Outras imagens do VII Encontro de Música Popular Portuguesa Acordes de Primavera, evento que no passado dia 19 de Março de 2013 assinalou mais um aniversário da nossa Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Padornelo. Fotografias de Fernando Abílio de Sá e Silva.

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:00
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 22 de Março de 2013

CONCURSO CONHECEI A NOSSA TERRA

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:00
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 21 de Março de 2013

ACORDES DE PRIMAVERA 2013 – II

Mais algumas imagens do VII Encontro de Música Popular Portuguesa Acordes de Primavera, que no passado dia 19 de Março de 2013 assinalou mais um aniversário da nossa Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Padornelo. Fotografias de Fernando Abílio de Sá e Silva.

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:00
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 20 de Março de 2013

ACORDES DE PRIMAVERA 2013 – I

Brilhante actuação do Grupo de Cantigas da Associação e do Grupo Infanto-Juvenil da Associação durante o VII Encontro de Música Popular Portuguesa Acordes de Primavera, que decorreu no passado dia 19 de Março de 2013 na sede social da Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Padornelo, no lugar da Valinha, freguesia de Padornelo, concelho de Paredes de Coura. Fotografias de Fernando Abílio de Sá e Silva.

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:00
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 14 de Março de 2013

VII ENCONTRO DE MÚSICA POPULAR PORTUGUESA ACORDES DE PRIMAVERA

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:00
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 13 de Março de 2013

A MÃE DE COURA

    "Teve a minha irmã as dores e digo, ó Micas, o que tens, 'vou ter o bebé'. Consoante vi fazer a mim faço a ti. A criança veio, fiz-lhe o cordãozinho. Dali começaram a chamar por mim". Gracinda é a mãe de Coura.

 

    Gracinda Cunha tem 89 anos frescos, não sabe ler nem escrever e não está para se cansar com contas. Partos feitos por ali por Padornelo e à volta, em Paredes de Coura e, até, em terras arcoenses, foram para cima de 100. Oito dela própria, no quartinho mal dividido por cortinas, ela, só, e uma cadeira. Ou a beirita da cama, ou da arca de madeira que guarda os segredos de uma vida. O Quim, o segundo de nove filhos, já foi ela. "Sozinha, eu e Deus Nosso Senhor. Ajeitei, numa cadeira assim, tinha uma travesseira por baixo, e puxei. Agarrei-lhe a cabecita e fiz-lhe o cordão". Mediu quatro dedos, era rapaz. A seguir, para a Micas, foram três, menina.

 

    Gracinda é a mãe de Paredes de Coura. "Quando vamos a festas à associação aqui de Padornelo", conta Maria Barbosa Vaz, mãe de três dos filhos da Tia Cinda, "ela diz: olha, os que aqui estão são todos meus!" Cinda, cabelo pintado de preto, cancro vencido, viuvez tranquila (ela, a mulher que dá vida, não usa negro pelo Zé Tamanqueiro levado pela diabetes), diz que ia se dessem as dores a uma de repente. Porque pelas suas mãos de fada passaram sempre boas horas.

 

    "O Quim às vezes ia comigo ajudar, punha-se atrás, à frente não! Punha os joelhos nos rins das mulheres e elas agarravam-se ao pescoço do Quim, a puxar". Houve também aquela que não se queria sentar e pariu de pé, encostada à parede. E o dia pior, da comadre que tinha vergonha. "Eu não via nada, punha um lençol". Sem levar dinheiro. O doutor Oliveira, da vila, quis fixar um preço para os serviços de Gracinda, mas ela não, antes preferia coisas para a casa.

 

Chá preto. Sempre

 

    Ela dava muito à pessoa. Maria, 59 anos hoje mesmo (parabéns, Maria!), confirma. Não esquece aquele dito, na hora difícil de lhe nascer o Luís Alberto. Veio o marido com a Tia Cinda, que era tarde, Maria a desanimar das forças. "Tu vês aquela gente toda na feira? Foi toda nascida e era assim!". E o moço lá apareceu, mas o diabo das livrações é que não, Maria a desfalecer, caiu mesmo, iam a sair na madrugada atrás de um doutor de Cerveira quando o destino fez as coisas. Era 1976, havia hospital mas Maria sempre teve medo dessas coisas, "sei lá".

 

    A irmã Felisbela, 69 anos e seis filhos vivos, também nunca foi fã. A primeira, Rosa, ainda nasceu na Misericórdia de Coura, que as dores foram dois dias e a cachopa não vinha. Felisbela, aguentada em braços pelo pai e pelo marido Amâncio, o homem que está à frente da Junta de Padornelo há 39 anos, foi a pé pelas leiras até à estrada nacional, onde esperava o taxista chamado pelo vizinho. Três filhos adiante, Pedro quis dar um ar de sua graça. Amâncio foi buscar a Tia Cinda de mota. Hora santa, o moço nasceu, ela foi lavá-lo e depois levou o chá de sempre, preto com manteiga, à estafada mãe.

 

    Um dia, Zé pediu-lhe para parar. Tia Cinda, carregada de anos de campo e gado e sapatos e partos, tem a medalha de mérito e a cara no livro das grandes mulheres da terra.

 

IVETE CARNEIRO

 

Publicado no JORNAL DE NOTÍCIAS, de 9 de Março de 2013

 

http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Viana%20do%20Castelo&Concelho=Paredes%20de%20Coura&Option=Interior&content_id=3097949&page=-1

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:45
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 8 de Março de 2013

O BLOGUE PADORNELO FAZ OITO ANOS

    O blogue PADORNELO faz oito anos de serviço público em proveito da freguesia, sem alarido das trombetas, uma marcha iniciada a 8 de Março de 2005. Oito anos é, sem dúvida, uma longevidade significativa numa publicação desta natureza. O blogue, que abracei no peito sem vacilar, é o mais antigo de Paredes de Coura, pioneiro courense nestas coisas da Internet e dos primeiros em actividade permanente do Alto Minho, sem quebra nem esmorecimento para chegar ao cabo.

 

    Ao longo desta caminhada comum foram publicados mais de 1700 artigos diversos, o que dá 213 publicações por ano, com a média deveras interessante de 18 postagens por mês, certamente um excelente veículo de contacto com a nossa comunidade residente e ausente. Em cada linha ou imagem ressumbra afecto e bairrismo pelo nosso rincão. Mas quem corre por amor não cansa, pois a força motriz que me move é o amor que cintila por Padornelo, a santa terrinha dos meus antepassados, a quem devo o maior respeito.

 

    Para além do PADORNELO, mantenho, de momento, mais quatro blogues em laboração contínua:

VILA FLOR em Flor, criado em Julho de 2005, dedicado ao recanto da minha mulher (que é transmontana), com uma vertente mais virada para a linguística, História, biografias, cancioneiro popular, heráldica, etnografia, etnologia, usos e costumes e fotografias de Trás-os-Montes. Tem a periocidade semanal.


A ILUMINURA, desde Julho de 2005, é um espaço afeiçoado à pintura medieval, à arte da iluminura e ao ex-librismo, sendo publicado regularmente uma vez por mês.


ESCAVAR EM RUINAS, datado de Janeiro de 2008, é especialmente dirigido ao distrito de Viana do Castelo, com particular ênfase para os assuntos de História, História da 1.ª República, biografias, etnografia, etnologia, genealogia, heráldica, Grande Guerra, provérbios, toponímia, medicina popular, usos e costumes, cultura e fotografias. Funciona, pois, como um blogue abrangente sobre o Alto Minho. Quando Deus quer, surge semanalmente.


ABRIL DE NOVO, fundado em Dezembro de 2008, é consagrado exclusivamente a temas de História, História Política e História Contemporânea, em especial ao período de 1974 e 1975, o chamado PREC, mas também se inscreve aqui e ali sobre a 1.ª República e o Estado Novo, onde em croniquetas escalpelizo a História Política do País entre 1900 a 1976. Tem a periocidade semanal.

 

    Na totalidade são 5662 artigos, vídeos ou fotos que já publiquei nas colunas dos meus blogues, um número muito elevado e que nunca pensei alcançar quando botei os pés ao caminho.

 

    Mas o ai-jesus dos meus olhos é, desde 8 de Março de 2005, e sempre será o blogue PADORNELO, que funciona assim a modos como o filho pródigo e bem-amado, um dulcíssimo dialogar de beijos. Tudo começou como resposta a uma pergunta que constantemente me coloquei: o que posso fazer em prol da minha santa terrinha? Como escrevia bastante para jornais do Alto Minho achei que seria uma forma mais alargada de fazer qualquer coisinha pela freguesia de Padornelo, enraizado na terra. Nasce como sonho alado, uma necessidade pessoal, com intenção lúdica, formativa e informativa em tempo real, usando um novo veículo.

 

    Agradeço à população em geral, aos meus leitores dentro e fora da freguesia, todo o carinho dispensado. Um particular abraço aos amigos Fernando Abílio Silva e Eduardo Daniel Cerqueira pelo constante apoio, porquanto têm contribuído de modo significativo para a longevidade desta página com envio desinteressado de material fotográfico de vital importância. Também um agradecimento ao Manuel Tinoco pela autorização em transcrever neste espaço as notícias publicadas naquele periódico. Às demais pessoas envolvidas neste projecto, pela omissão seu nome não perca, o meu bem-haja.

 

    O blogue é vosso, diz respeito a todos como porta-voz da freguesia, por isso apelo à participação activa dos padornelenses e dos leitores em geral: enviem notícias, artigos, opiniões, fotografias e qualquer género de sugestões. Na vida não há certa certeza, porém, sem embargo de monta ou falta de saúde, tudo farei a fim de dar continuidade à presença de PADORNELO na blogosfera, cobro alento para continuar. Conto com a vossa preciosa ajuda para fazer dele uma sentinela do nosso torrão natal, que é a orquestra polifónica da natureza!

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:00
Regressar ao Topo | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 7 de Março de 2013

RECEPÇÃO CALOROSA A D. ANACLETO, BISPO DE VIANA

    O bispo D. Anacleto [D. Anacleto Cordeiro Gonçalves de Oliveira] está a visitar as paróquias do nosso arciprestado e durante o fim-de-semana de 16 e 17 de Fevereiro [de 2013] esteve em Padornelo, onde foi bem recebido pelos fiéis.

 

    Na verdade, a visita começou na própria sexta-feira, quinze, dia dedicado à visita aos doentes aos Centros de Dia de Padornelo e Parada. D. Anacleto visitou algumas famílias e levou palavras de conforto aos doentes e aos seus cuidadores. Depois, esteve em contacto com os utentes e profissionais das já referidas instituições, conhecendo mais profundamente o carisma das nossas gentes e as valências quem os Centros disponibilizam à comunidade.

 

    No dia seguinte, sábado, D. Anacleto visitou os locais de culto da freguesia, não ficando indiferente ao bom estado de conservação em que todos os templos se encontram. A propósito, esclareceu que a denominação de “capela” só se deve aplicar aos templos privados, por isso, a partir de agora, devemos tratar todos os nossos templos por “igrejas”, apesar de só uma ser a matriz.

 

    Depois do almoço, partilhado com algumas pessoas com mais responsabilidades na vida da paróquia, o bispo D. Anacleto esteve com os catequizandos, revelando-se um ouvinte atento e activo. No final, reuniu-se com outras forças da paróquia: zeladoras dos altares, comissão fabriqueira, grupo coral, confrarias e catequistas. Aqui, D. Anacleto fez uma abordagem mais técnica, explicando alguma alterações que se preveem na organização económica da paróquia. Uma questão mais delicada, mas que dirá respeito a todos.

 

    Domingo foi o grande dia da visita.às dez e meia, sob uma chuva miudinha, D. Anacleto era recebido por dezenas d fiéis. Os bombos “Amigos da Farra” prestaram a devida solenidade ao momento, os meninos da catequese receberam-nos com versos, flores e uma apresentação alusiva ao Evangelho daquele domingo e, em comunidade, cantou-se o Hino do Prelado, que afinal ainda estava na memória de toda a gente. Foi uma recepção muito bonita, da qual também destacamos o magnífico tapete de flores que conduziu à entrada da igreja.

 

    Na Eucaristia, a nossa conterrânea Sandra Patrícia Caldas recebeu o sacramento da Confirmação. Foi um momento emotivo. No Final, D. Anacleto visitou a sede da Junta de Freguesia, onde foi recebido solenemente, tal como a circunstância pedia. Depois, a festa continuou na sede da Associação Cultural, onde foi servido um almoço. Em ambiente de festa, ao som das cantigas populares dos mais pequenos e dos mais maduros da Associação.

 

    A presença simples e afável de D. Anacleto foi bastante apreciada em Padornelo. Houve muitas pessoas envolvidas na preparação e nos trabalhos destes dias, mas reinou a união e o entendimento, sob a coordenação rigorosa do igualmente simples e afável padre Meira. Parabéns a todos os que se associaram a este momento.

 

Carla Lima

 

NOTÍCIAS DE COURA, edição n.º 223, de 5 de Março de 2013, p. 9.

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 15:48
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|