Blogue acerca da terra, das pessoas, dos costumes e da História de PADORNELO, freguesia do concelho de Paredes de Coura, distrito de Viana do Castelo, publicado por JOFRE DE LIMA MONTEIRO ALVES.

.Capela das Angústias

.Capela do Amparo

.Correio Electrónico

Contacto via jofrealves@sapo.pt

.Os Meus Blogues

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Artigos Recentes

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. FALECEU O ANTÓNIO LIMA

. FALECEU O ALBERTO RODRIGU...

. FALECEU O SR. FERNANDO PE...

.Arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.Temas

. todas as tags

.LIGAÇÕES


.subscrever feeds

blogs SAPO
Terça-feira, 18 de Abril de 2006

Uma Carta do Dr. António Cândido Nogueira ao Padre Casimiro - I

Publica-se hoje a primeira duma série de três cartas que o dr. António Cândido Nogueira escreveu ao padre Casimiro Rodrigues de Sá, abade de Padornelo, quando este se encontrava em França como capelão militar voluntário do Corpo Expedicionário Português.

                                              

A segunda carta vai publicada no blogue COURA: magazine - HISTÓRIA, que pode ser consultada no seguinte endereço Internet: couranahistoria.blogs.sapo.pt.

 

   Meu Ex.mo e Prezado Amigo:

    Recebi as três cartas, sendo as duas últimas na mesma ocasião. Estimei-as muito e muito lhas agradeço, não só pelas boas notícias que me dá a seu respeito, como pela gentileza que teve de me fazer uma larga descrição da sua viagem que, pelos vistos, não pode tomar-se como uma distracção.

                                      

    Pelas notícias dos jornais vê-se que os alemães tem levado para o tabaco[1], mas é de crer que surja por aí alguma surpresa de um dia para o outro. Por cá continuam as tentativas de rebelião[2] mas o Governo tem-lhes saído ao encontro dominando-as facilmente. Pena é que esta gente não tome juízo e que não pense a sério na gravidade do momento.

                                            

    Cumpri as indicações de V.ª Ex.ª dando notícias suas aos seus amigos, que muito o estimam. Também dei o seu recado à Narcisa da Lapa que me pede para lhe lembrar o pedido que lhe fez relativamente ao filho. A Maria Teresa de Afe também me pede para dizer a V.ª Ex.ª, servindo de intermediário, que visse se poderia conseguir que o filho venha de licença. Aí fica o pedido e oxalá V.ª Ex.ª possa dar-lhe satisfação.

                                         

    Aqui na freguesia não há novidades de maior. Faleceu há dias o sogro do Eleutério[3], que, como V.ª Ex.ª sabe, há muito que estava julgado, e melhor foi para ele Deus levá-lo.

                                                

    O Camilo[4] e muitas outras pessoas a quem transmiti as lembranças de V.ª Ex.ª disseram-me que lhe iam escrever, de forma que essa fome de notícia que até agora tem passado vai dar numa fartura. Por cá tem chovido muito e as uvas já vão apodrecendo bastante parecendo-me que vamos ter um fraco ano de vinho, e mesmo para o milho já tem sido demais.

                                               

    Estimo V.ª Ex.ª continue a gozar sempre boa saúde e que a vida lhe corra sempre livre de perigos. Minha mulher[5] e os pequenos[6] recomendam-se muito e encarregam-me de lhe dizer que o esquecem nas suas orações. Mande sempre no que lhe agradar, o de V.ª Ex.ª muito amigo e muito obrigado.

                                     

António Nogueira[7]

P.C., 15-9-918


 

[1] Referência indirecta às batalhas de Somme e de Arras, e à batalha de St. Mihiel, que infligiram sucessivas derrotas aos alemães e os obrigaram a recuar.

                                                              

[2] Refere-se à tentativa de rebelião de Lamego, descoberta e denunciada nos primeiros dias de Setembro de 1918.

                                                                      

[3] Eleutério Rodrigues de Sá, irmão do padre Casimiro, casado e morador em Padornelo.

                                                                                            

[4] Camilo Venâncio Rodrigues (1852+1921), tio por afinidade do padre Casimiro, por via do seu casamento com Zerzelinda Rodrigues; era morador no lugar das Covas, freguesia de Padornelo, onde faleceu, foi proprietário rural, escrivão, carteiro e criador de gado.

                                                                                       

[5] D. Maria Filomena Lima de Espregueira Malheiro Reymão (1887+1965), natural de Viana do Castelo, tinha casado com o dr. António Cândido Nogueira em 1906.

                                                                                                      

[6] Eram filhos do dr. António Cândido Nogueira: António Maria Malheiro Reymão Nogueira, nascido em 1909, futuro general do Exército e 2.º Visconde de Mozelos; Mário Júlio Malheiro Reymão Nogueira, nascido em 1910, futuro licenciado em Direito; D. Maria Adelaide, nascida em 1912; e D. Maria Cândida do Patrocínio Malheiro Reymão Nogueira, que tinha escassos meses de idade em 1918, futura proprietária.

                                                                   

[7] Dr. António Cândido Nogueira (1867+1937), natural de Mozelos, era morador em Padornelo na sua Quinta da Bazanca, ainda hoje popularmente designada como a "Casa do Dr. António Cândido"; foi bacharel em Direito, presidente da Câmara Municipal de Paredes de Coura, chefe do Partido Regenerador Liberal em Paredes de Coura e Valença do Minho, administrador do concelho de Paredes de Coura, Governador Civil do Distrito de Viana do Castelo, oficial ajudante da Conservatória do Registo Predial da Comarca de Viana do Castelo, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Paredes de Coura, etc.

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 20:03
Regressar ao Topo | Comentar | Adicionar aos favoritos