Blogue acerca da terra, das pessoas, dos costumes e da História de PADORNELO, freguesia do concelho de Paredes de Coura, distrito de Viana do Castelo, publicado por JOFRE DE LIMA MONTEIRO ALVES.

.Capela das Angústias

.Capela do Amparo

.Correio Electrónico

Contacto via jofrealves@sapo.pt

.Os Meus Blogues

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Artigos Recentes

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. FALECEU O ANTÓNIO LIMA

. FALECEU O ALBERTO RODRIGU...

. FALECEU O SR. FERNANDO PE...

.Arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.Temas

. todas as tags

.LIGAÇÕES


.subscrever feeds

blogs SAPO
Sábado, 8 de Abril de 2006

Padornelo, na Vida e Obra do Abade Casimiro Rodrigues de Sá - I

fogoartificio09[1].giffogoartificio05[1].gif

                                                                                                                                               

1847 – António Plácido Rodrigues, filho natural de Maria Madalena Rodrigues, solteira, lavradeira e tecedeira, nasceu na freguesia de Padornelo; foi pai do abade Casimiro Rodrigues de Sá.

 

5 de Janeiro de 1871 – António Plácido Rodrigues, natural de Padornelo, filho de Maria Madalena Rodrigues, solteira, lavradeira e tecedeira, casou na igreja paroquial de S. Paio de Mozelos com Rosa Clara Fernandes de Sá, natural de Parada, filha de Alexandre Fernandes e de Clara Joaquina de Sá; foram os pais do padre Casimiro Rodrigues de Sá.

 

24 de Abril de 1873 – Casimiro Rodrigues de Sá, filho de António Plácido Rodrigues, natural de Padornelo, e de Rosa Clara de Sá, de Parada, lavradores, nasceu na freguesia de Parada, pelas onze horas da manhã; futuro abade de Padornelo, jornalista, presidente da Câmara Municipal de Paredes de Coura, administrador do concelho de Paredes de Coura, deputado da Nação e Governador Civil do Distrito de Viana do Castelo.

 

2 de Julho de 1899 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá, pároco interino de Parada, pregou o sermão na festividade em honra de Nossa Senhora das Angústias, freguesia de Padornelo.

 

12 de Agosto de 1900 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá, pároco encomendado de Parada, pregou o sermão na festividade em honra do Santíssimo, na freguesia de Padornelo.

 

Setembro de 1900 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá, pároco encomendado da igreja matriz de S. Pedro Fins de Parada, concorreu ao concurso de provimento para nomeação de pároco colado da igreja matriz de Santa Marinha de Padornelo.

 

24 de Dezembro de 1901 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá, mercê da nomeação de abade colado da igreja matriz de Santa Marinha de Padornelo, por decreto do Rei D. Carlos.

 

25 de Janeiro de 1902 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá, mercê da nomeação de abade da igreja matriz de Santa Marinha de Padornelo, por carta do Rei D. Carlos.

 

25 de Janeiro de 1902 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá foi autorizado a pagar em 48 prestações os 116$040 réis de direitos de mercê e imposto de selo para provimento como abade colado da igreja matriz de Santa Marinha de Padornelo, por despacho de Artur Alberto de Campos Henriques, Ministro da Justiça.

 

Fevereiro de 1902 – Abade Casimiro Rodrigues de Sá tomou posse como presidente da Junta de Paróquia de Padornelo, antiga designação da Junta de Freguesia; João Joaquim Ribeiro e António José da Silva eram os restantes elementos que faziam parte da junta.

 

16 de Novembro de 1903 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá, abade de Padornelo, e o padre Manuel José Pereira, de Padornelo, iniciam uma volta a pé pelo distrito, passando por Vila Nova de Cerveira, Caminha, Vila Praia de Âncora, Viana do Castelo; Ponte de Lima, Ponte da Barca, Arcos de Valdevez, Monção, Valença do Minho e Paredes de Coura, sendo acompanhados em carro por Manuel Bento Dantas, de Padornelo.

 

16 de Outubro de 1904 – Conselheiro Miguel Dantas faz a sua última tentativa para reconquistar o município, apresentando a lista da sua candidatura pelo Partido Regenerador ao escrutínio de No­vembro, composta dos seguintes elementos: Conselheiro Miguel Dantas, abade Casimiro José Rodrigues Barbosa, António José Barbosa, abade Casimiro Rodrigues de Sá, Augusto Rodrigues Nogueira, como efectivos, e Tomás Joaquim Alves, padre António Luís da Cunha Coutinho, Narciso José Neves, Francisco José Gomes Brandão e António José da Cunha Poço, como substitutos.

 

6 de Novembro de 1904 – A lista comum do Partido Regenerador Liberal (Franquista) e do Partido Progressista, liderada pelo dr. António Cândido Nogueira, venceu as eleições para a presidência da Câmara Municipal de Paredes de Coura, derrotando o Conselheiro Miguel Dantas, candidato do Partido Regenerador, em cuja lista aparecia o abade Casimiro Rodrigues de Sá como candidato a vereador, não sendo eleito.

 

15 de Novembro de 1904 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá, abade de Padornelo, filho de António Plácido Rodrigues e de Clara Rosa de Sá, foi admitido como irmão da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Paredes de Coura.

 

20 de Novembro de 1904 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá, abade de Padornelo, tomou posse como irmão n.º 101 da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Paredes de Coura, perante o Conselheiro Miguel Dantas, provedor da Mesa Administrativa da Irmandade da Misericórdia.

 

Janeiro de 1905 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá tomou posse pela segunda vez como presidente da Junta de Paróquia de Padornelo.

 

15 de Fevereiro de 1906 – Publicação do “Número de Homenagem à Memória do Dr. Albano Barreiros no 20.º Aniversário da Sua Morte (Homenagem do Atheneu Popular e da Redacção da Voz de Coura)”, inserido na edição n.º 123 do jornal A VOZ DE COURA, com artigos do padre dr. Narciso Cândido Alves da Cunha, padre José António da Silva “Pinheiral”, major Manuel José da Cunha Brandão, padre dr. Júlio César Gomes Barbosa, abade Casimiro Rodrigues de Sá, João de Sousa Lobo, dr. Bernardo Chouzal, Júlio de Lemos, Henrique Correia de Figueiredo, padre Manuel José Pereira, professor Adolfo Marinho, etc.

 

Março de 1906 – Maria Madalena Rodrigues, lavradeira, solteira, natural de Padornelo, faleceu na freguesia de Padornelo; era avó paterna do abade Casimiro Rodrigues de Sá.

 

Março de 1906 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá, abade de Padornelo, fez a sua declaração de fé republicana e de adesão aos princípios políticos do Partido Republicano Português.

 

20 de Março de 1906 – Primeira reunião preparatória de fundação da Comis­são Republi­cana Municipal de Paredes de Coura do Partido Republicano Português com a presença do padre Casimiro Rodrigues de Sá, abade de Padornelo, padre Manuel Joaquim de Figueiredo, presbítero, padre José António da Silva “Pinheiral”, professor do ensino primário particular, e Henrique Correia de Figueiredo, funileiro.

 

30 de Maio de 1906 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá, abade de Padornelo, escreve no jornal VOZ PÚBLICA um novo manifesto de adesão aos ideais republicanos, onde declara: «eu sou republicano e, bem publicamente o declaro, só nesta fé política tenciono morrer».

 

20 de Junho de 1906 – Padre Casimiro Rodrigues de Sá, abade de Padornelo, padre José António da Silva “Pinheiral”, padre Manuel Joaquim de Figueiredo, João Bento de Araújo Guimarães, proprietário, e Henrique Correia de Figueiredo, operário, elaboram e dirigem um Ma­nifesto Político ao Povo de Coura, que assinala o nascimento da Comis­são Republi­cana Municipal de Paredes de Coura do Partido Republicano Português.

                                                                                                                                     

Padre Casimiro Rodrigues de Sá
Padre Casimiro Rodrigues de Sá.

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 22:18
Regressar ao Topo | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.