Blogue acerca da terra, das pessoas, dos costumes e da História de PADORNELO, freguesia do concelho de Paredes de Coura, distrito de Viana do Castelo, publicado por JOFRE DE LIMA MONTEIRO ALVES.

.Capela das Angústias

.Capela do Amparo

.Correio Electrónico

Contacto via jofrealves@sapo.pt

.Os Meus Blogues

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Artigos Recentes

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. FALECEU O ANTÓNIO LIMA

. FALECEU O ALBERTO RODRIGU...

. FALECEU O SR. FERNANDO PE...

.Arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.Temas

. todas as tags

.LIGAÇÕES


.subscrever feeds

blogs SAPO
Domingo, 10 de Outubro de 2010

FRANCISCO DA CUNHA, ABADE DE PADORNELO

    Francisco da Cunha Barbosa nasceu na freguesia de Santa Maria de Paredes, no então concelho de Coura, ali pelo ano de 1583, filho dilecto de Gaspar Bar­bosa de Caldas, da mesma freguesia, e de D. Juliana da Cunha Pereira, da freguesia de Cunha, neto pela via paterna de António Mendes de Caldas e de D. Leonor Barbosa, neto materno do padre Sebastião da Cunha e de D. Maria Enes Pereira.

 

    Nascido em berço de ouro, o sangue visigótico refulge aos golfões, teve irmãos de admiráveis talentos e recursos que reluz em todos, contando glórias desde a primeira puerícia: Sebastião da Cunha Barbosa, cavaleiro da Ordem de Cristo, sargento-mor da Comarca de Viana Foz do Lima, governador da praça militar de Vila Nova de Cerveira e Senhor da “Casa Grande”; Gaspar Barbosa da Cunha, capitão de Ordenanças, Senhor da “Quinta do Vale”, em Loivo, Vila Nova de Cerveira, pelo seu casamento; Frutuoso Barbosa da Cunha, Senhor da “Casa do Covelo”, em Ferreira; padre Marcos Barbosa da Cunha, abade da Igreja de São João de Bico.

 

    Certamente afeiçoado aos prazeres da inteligência e do coração, estudou primeiras letras e tomou ordem de presbítero em 1605, circunvagava os olhos, de olho fino, em busca duma proveitosa abadia, aviada de vitualhas. Vai ser despachado abade colado de patena e cálice na paroquial Igreja de Santa Marinha de Padornelo em 1617, onde veio substituir o abade Manuel Fernandes de Figueiredo e o padre João Gonçalves Pereira, cura coadjutor. Abastado de teres e haveres adequados à prosápia fidalga, foi Senhor da “Quinta de Requião”, neste rincão do Paraíso.

 

    O abade Francisco da Cunha, como geralmente assinava, deixou diversos filhos neste vale de lágrimas, nascidos em duas mulheres, naturalmente por fraqueza humana, incapaz de domar a luxúria venal. Naquele tempo não era despautério absurdo, nem tão-pouco levantava poeira escandalosa ou se quebrava a vara da lei férrea no lombo pecaminoso.

 

    Para o caso nem vale a pena sequer citar a prole, a não ser aquela que deixou como herdeira, pese embora alguns dos demais tenham sido cinco réis de gente. Do ventre fecundo duma Isabel Fernandes, da freguesia de Ferreira, por entre os vapores da caçarola donde amancebava o padre, pois o refego do estômago tem destas coisas, teve a filha Maria Fernandes da Cunha, que, na qualidade de herdada, foi 2.ª Senhora da “Quinta de Requião”, em Padornelo, casada e com geração. 

 

    Faleceu em Padornelo e foi ao encontro do Pai do Céu a 10 de Outubro de 1647, faz agora 363 anos, depois de ter paroquiado a Igreja de Santa Marinha durante trinta anos, a curar interesses próprios e dos paroquianos, certamente por entre respeito e veneração dos povos sofredores de génio conformado, que o vício não derrancara.

 

    Para o leitor interessado e sem ânimo enfastiado nas coisas dos fabulários das genealogias, vai em anexo a árvore de costados do padre Francisco da Cunha, a cruzar os avoengos, num concerto de nomes notáveis como a orquestra florestal de passarinhos, grilos e cigarras.

 

Árvore de Costados do Padre Francisco da Cunha Barbosa

Próprio

Pais

Avós

Bisavós

Francisco da Cunha Barbosa

 

* Paredes de Coura 1583

 

+ Padornelo 1647

 

Abade de Padornelo

1617 - 1647

Gaspar Bar­bosa de Caldas

 

* Paredes de Coura

1560

 

+ Paredes de Coura 1626 

António Mendes de Caldas

 

* Paredes de Coura 1525 

Gaspar Mendes de Antas

 

* Cunha 1485 

D. Inês de Faria de Caldas

 

* Vascões 1500

D. Leonor Barbosa

 

* Paredes de Coura 1530 

António Barbosa

 

* Paredes de Coura 1490

 

D. Maria Vaz de Castro

 

* Paredes de Coura  1500

D. Juliana da Cunha Pereira

 

* Cunha 1562

 

+ Paredes de Coura 1633

Padre Sebastião da Cunha

 

* Cunha

Francisco da Cunha

 

* Cunha

D. Maria de Antas de Passos

 

* Cunha

D. Maria Enes Pereira

 

* Sopo, Vila Nova de Cerveira

Padre Gonçalo Pereira

 

* Bertiandos, Ponte de Lima

 

 

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:00
Regressar ao Topo | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.