Blogue acerca da terra, das pessoas, dos costumes e da História de PADORNELO, freguesia do concelho de Paredes de Coura, distrito de Viana do Castelo, publicado por JOFRE DE LIMA MONTEIRO ALVES.

.Capela das Angústias

.Capela do Amparo

.Correio Electrónico

Contacto via jofrealves@sapo.pt

.Os Meus Blogues

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Artigos Recentes

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. PADORNELO NAS JANEIRAS DE...

. FALECEU O ANTÓNIO LIMA

. FALECEU O ALBERTO RODRIGU...

. FALECEU O SR. FERNANDO PE...

.Arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.Temas

. todas as tags

.LIGAÇÕES


.subscrever feeds

blogs SAPO
Sábado, 24 de Setembro de 2011

JOAQUIM JOSÉ FERNANDES

    Joaquim José Fernandes, o Joaquim das Eiras, nasceu em Padornelo a 24 de Setembro de 1882, faz agora 129 anos. Era filho de João Bento Fernandes, natural de Padornelo, e de Rosa Maria Ramos, natural de Mozelos; neto pela via paterna de José Caetano Fernandes, natural de Mozelos, e de Joaquina Maria de Sá, natural de Padornelo, neto materno de Francisco Bento Ramos, de Padornelo, e Clementina Luísa da Cunha, de Mozelos.

 

    Recebeu as águas lustrais do baptismo na pia baptismal da Igreja Paroquial de Santa Marinha a 28 de Setembro de 1882 administradas pelo reverendo abade Manuel José Lopes Alves Guimarães, ao colo dos padrinhos António José de Azevedo e sua mulher Margarida Luísa Pereira, da vizinha freguesia de São Paio de Mozelos.

 

    Casou pela primeira vez a 11 de Abril de 1914, na Sala do Juízo da 6.ª Pretoria Cível do Distrito Federal do Rio de Janeiro, República Federativa do Brasil, com Francisca Margarida Pureza da Silva, nascida em 1891, filha de Mateus António da Silva Pureza e de Maria Cristina Pureza, cujo matrimónio foi dissolvido por divórcio decretado por sen­tença do Tribunal Judicial da Comarca de Paredes de Coura a 28 de Maio de 1924.

 

    Casou em se­gundas núpcias na Con­servatória do Re­gisto Civil de Paredes de Coura a 15 de Junho de 1927 com Amélia Bar­bosa, nascida em Padornelo em 1902, filha de João António Barbosa e de Deolinda Ana Ramos.

 

    A fim de fugir às mais adversas condições e superar os constrangimentos económicos, emigra em 1897 para o Brasil e, mais tarde, para os Estados Unidos da América, onde, para além de labutar pela vida e aforrar um pé-de-meia, dedica-se à prática de pugilismo amador. Foi também sócio do Hotel Continente, em Manhasset, Nova Iorque, em 1931.

 

    Muito caridoso, praticou actos de grande generosidade, pois a 17 de Dezembro de 1931, sendo residente nos Estados Unidos da América, mandou distribuir o bodo de Natal pelos pobres da freguesia e deu 1000 escudos ao Hospital da Misericórdia de Paredes de Coura, ao Asilo de Nossa Senhora da Conceição e aos presos da cadeia comarcã.

 

    Regressado ao torrão natal, foi abastado proprietário e comerciante estabelecido nos Tojais, à sociedade com Guilherme António Barreiro, “o Guilherme da Loja. Figura prestigiada e respeitada no nosso meio, pessoa da mais alta competência, foi entrementes nomeado vogal substituto da Comissão Administrativa da Câmara Municipal de Paredes de Coura para o triénio de 1934–1936, no mandato do dr. António Cândido Nogueira.

 

    Ocupou, ainda, por três vezes a presidência da Junta de Freguesia de Padornelo, cargo que soube desempenhar com honra. No seu primeiro mandato, em 1934–1936, acompanhado pelo secretário Abílio António de Sá e tesoureiro Amaro Pereira Varajão, procedeu à inauguração do cemitério público, construído graças à iniciativa e dádiva do grande benemérito José Narciso Monteiro.

 

    Tomou novamente assento na cadeira de presidente da Junta de Freguesia de Padornelo no mandato de 1948–1950, conjuntamente com Abílio António de Sá e António Luís de Araújo, o Tone da Tomada. Na sua última passagem pela presidência da Junta teve a companhia do secretário Ilídio Barbosa, o Ilídio do Manjoeiro, e do tesoureiro Amaro Pereira da Silva, o Amaro do Varajão, no quadriénio de 1960–1963.

 

    “Joaquim das Eiras faleceu em Padornelo a 1 de Novembro de 1981, depois de festejar o 99.º aniversário e o seu funeral constituiu eloquente demonstração da profunda estima e respeito que rodeava o probo macróbio, por ser cidadão útil e prestante em lições de civismo.

publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 09:00
Regressar ao Topo | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.