Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PADORNELO

Blogue acerca da terra, das pessoas, dos costumes e da História de PADORNELO, freguesia do concelho de Paredes de Coura, distrito de Viana do Castelo, publicado por JOFRE DE LIMA MONTEIRO ALVES.

Blogue acerca da terra, das pessoas, dos costumes e da História de PADORNELO, freguesia do concelho de Paredes de Coura, distrito de Viana do Castelo, publicado por JOFRE DE LIMA MONTEIRO ALVES.

PADORNELO

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Capela das Angústias

Capela do Amparo

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Correio Electrónico

Contacto via jofrealves@sapo.pt
01
Out07

RIFONEIRO DE COURA: a Sabedoria Popular - XIX O CASAMENTO

  • À bodas e baptizados, só vão os convidados.

 

  • A casar e a embarcar, nada de aconselhar.

 

  • A minha filha hei-de casar, se a minha vizinha deixar.

 

  • A minha filha honrada há-de casar, se a minha vizinha deixar.

 

  • A moça da tua terra limpa-lhe a ramela e casa com ela.

 

  • À mulher casada, o marido lhe basta.

 

  • A mulher chora antes do casamento, o marido depois.

 

  • Antes casada arrependida que freira aborrecida.

 

  • Antes de casar pensa bem o que fazes.

 

  • Antes filha mal casada, que bem amancebada.

 

  • Antes que cases, olha o que fazes, não te arrases.

 

  • Antes que cases, olha o que fazes.

 

  • Ao casamento, segue-se o arrependimento.

 

  • Casa o filho quando quiseres e a filha quando puderes.

 

  • Casamento chuvoso, casamento venturoso.

 

  • Casamento de imposição é de pouca duração.

 

  • Casamento de imposição, ninguém sabe a duração.

 

  • Casamento de inveja, se desmancha até na porta da igreja.

 

  • Casamento de moça que seja boa e moço que tenha oficio, não lhe pode dar melhor benefício.

 

  • Casamento de mulher rica, é ela que manda e ela que grita.

 

  • Casamento e mortalha, no céu se talha.

 

  • Casamento, apartamento.

 

  • Casar é bom, não casar tem outro tom.

 

  • Casar e viajar, não se deve aconselhar.

 

  • Casarás e amansarás, ou feliz não serás.

 

  • Casarás e amansarás.

 

  • Casa-te e verás, perdes o sono e mal dormirás.

 

  • Casei com a gata por causa da prata, roubaram-me a prata, fiquei com a gata.

 

  • Com coisa velha, não te cases nem te alfaies.

 

  • Com verdade e com mentira, casou a velha a sua filha.

 

  • Dor de cotovelo e dor de marido, ainda que doa, logo é esquecido.

 

  • Entre marido e mulher ninguém meta a colher.

 

  • Entre o prometer e o dar, tua filha há-de casar.

 

  • Filha mal-afamada, nem viúva, nem casada.

 

  • Homem bem casado, não tem sogra e muito gado.

 

  • Homem casado e pássaro com visgo, quanto mais se debatem, mais se prendem.

 

  • Homem casado, nem bom marido, nem bom soldado.

 

  • Ir à guerra e casar, não é de aconselhar.

 

  • Marido velho é melhor que nenhum.

 

  • Marido velho e mulher nova, ou corno ou filho até à cova.

 

  • Mulher bem casada, não tem sogra nem cunhada.

 

  • Na morte e na boda verás quem te honra.

 

  • Não há casamento pobre, nem enterro rico.

 

  • Não há morte sem pranto, nem casamento sem canto.

 

  • Por três dias de ralhar, ninguém deixe de casar.

 

  • Quem acerta no casar, nada lhe falta acertar.

 

  • Quem casa a correr, toda a vida tem para se arrepender.

 

  • Quem casa com sapateiro, lambe cola o ano inteiro.

 

  • Quem casa não pensa, quem pensa não casa.

 

  • Quem casa por amores, vive sempre com dores.

 

  • Quem casa, quer casa.

 

  • Quem longe vai à boda, no caminho a larga toda.

 

  • Quem longe vai casar, ou se engana ou vai enganar.

 

  • Quem vai à boda, leva que coma.

 

  • Se queres bem casar, teu igual vai procurar.

 

  • Vinha e menina para casar, muito custam a guardar.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Capela das Angústias

Capela do Amparo

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Correio Electrónico

Contacto via jofrealves@sapo.pt